AO VIVO
Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021
Busca
São Paulo
17ºmax
12ºmin
Diário Popular Super
Correios
Saúde

Em cinco meses, presos produzem quase seis milhões de máscaras contra Covid-19

Materiais, entre descartáveis e reutilizáveis, foram em parte doados a profissionais de saúde

14 setembro 2020 - 06h00Por Jennifer Vargas

A força tarefa para combater o contágio da Covid-19 foi integrada também por presos do Estado de São Paulo. De acordo com o governo, pelo menos 288 reeducandos em dez presídios paulistas confeccionaram 5.879.862 de máscaras nos últimos cinco meses, entre descartáveis e reutilizáveis, incluindo o modelo face shield.

Na região do Vale do Paraíba, por exemplo, foram fabricadas 2.182.793 máscaras em cinco unidades prisionais em Tremembé, o que representa cerca de 37% de toda produção estadual. Antes focada em apenas modelos descartáveis, a linha se diversificou e passou a produzir também outros materiais, como toucas, aventais e protetores faciais.

Além de serem comercializadas, boa parte da produção também tem sido doada a profissionais de saúde e população de baixa renda.

"Essas máscaras serão distribuídas às pessoas mais vulneráveis e mais necessitadas. Os reeducandos seguem um rigoroso padrão de higiene e obedecem a protocolo de proteção sanitária aprovado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas", ressaltou o Coronel Nivaldo Cesar Restivo, Secretário da Administração Penitenciária (SAP).