AO VIVO
Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
Busca
São Paulo
24ºmax
15ºmin
Meio Ambiente

APA Serra do Guararu é reconhecida pela UICN como 'solução inspiradora'

Órgão, que é filiado à UNESCO, repercutiu o modelo de governança ambiental de Guarujá; iniciativa pode ser apresentada em Congresso Mundial de Conservação em Marselha, na França

07 março 2021 - 20h24

Destaque em Guarujá por abrigar um conjunto de remanescentes de floresta ombrófila densa – uma espécie de vegetação com árvores de até 40 metros de altura, manguezal e restinga – a Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Guararu, localizada no Rabo do Dragão, recebeu notoriedade como ‘solução inspiradora’ em uma publicação da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

Organizada pela sociedade civil e vinculada à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a UICN repercutiu o modelo de conservação ambiental guarujaense a partir de um artigo encaminhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) sobre a gestão da APA.

A expectativa é que o material seja apresentado como um case bem-sucedido de governança ambiental no Congresso Mundial de Conservação em Marselha, na França, que seria realizado em 2020, mas em razão da pandemia do novo coronavírus foi adiado e já tem data marcada para acontecer: entre os dias 3 e 11 de setembro deste ano. Este é o primeiro projeto brasileiro publicado na plataforma (veja na íntegra no link: https://panorama.solutions/en/node/6251).

“Sermos expostos em um exemplar como o da UICN eleva consideravelmente a probabilidade de outros países visualizarem o que está sendo implantado na Cidade, virando inspiração para iniciativas semelhantes em diversas partes do mundo”, comemora Sidnei Aranha, secretário de Meio Ambiente.

A publicação

A publicação abordou temáticas como os efeitos positivos das oficinas desenvolvidas pelo Município junto à população para estimular a conscientização ambiental, proteção de espécies endêmicas e ameaçadas de extinção, prática do turismo ecológico, entre outras.

Além de mostrar que quaisquer que sejam as ações humanas em determinado território – sejam elas em favor ou contra ele - são acarretados impactos sociais e econômicos determinantes para a evolução local. O objetivo do Município é, além de combater a ocupação irregular do solo, preservar o que há de mais natural e sustentável na Ilha de Santo Amaro.

APA Serra do Guararu

A primeira APA da Cidade, localizada na Serra do Guararu, foi estabelecida em 2012 e compreende toda a região do Perequê, próximo à divisa com Bertioga (área conhecida como Rabo do Dragão). Em 2018, foi reconhecida como exemplo em eficiência de governança, sendo classificada como a terceira melhor do Brasil.
 
Corredor Ecológico

Nos últimos dias 19 e 24, Guarujá avançou mais uma etapa para a criação do primeiro Corredor Ecológico do Município. Isso porque nos respectivos dias, a Semam realizou oficinas junto à população para tratarem da instituição da APA Serra de Santo Amaro – feito que possibilitará a formação do Corredor entre a mesma e a APA Serra do Guararu.
Este é o segundo passo para a instituição definitiva da APA. A criação do Corredor Ecológico visa não apenas proteger a biodiversidade, mas também criar mecanismos de gestão compartilhada dos espaços e ordenamento de território. Quando concluído, o corredor ambiental ocupará cerca de 50% de toda a área do Município.