Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
Busca
São Paulo
27ºmax
21ºmin
Control
Internacional

Antes de debate, Biden mantém vantagem sobre Trump em duas pesquisas eleitorais

Levantamento aponta uma sustentação do eleitorado feminino em favor de Biden

27 setembro 2020 - 15h30

Duas pesquisas de intenção de voto realizadas nos últimos dias e divulgadas neste domingo, nos Estados Unidos, mostraram uma resiliência na vantagem do candidato democrata à corrida presidencial, Joe Biden, contra o atual presidente Donald Trump. Na próxima terça-feira, será realizado o primeiro debate entre os dois candidatos na campanha da eleição presidencial de 3 de novembro.

Em um dos levantamentos, conduzidos pelo Washington Post e pela rede ABC News, Biden lidera a corrida com 54% das intenções de voto, contra 44% de Trump, uma vantagem de 10 pontos percentuais. Considerando os eleitores registrados (ou seja, os que confirmam que estão registrados para votar no seu distrito eleitoral), Biden tem 53% e Trump, 43%. A margem de diferença está estatisticamente estável contra a vantagem de 12% reportada na pesquisa anterior realizada pelo grupo, em agosto, antes das convenções nacionais dos partidos republicano e democrata.

O levantamento aponta uma sustentação do eleitorado feminino em favor de Biden. Trump lidera com 55% contra 42% dentro das intenções de voto masculinas, mas Biden vence no lado feminino com 65% contra 34%. A pesquisa foi conduzida por telefone entre a segunda e quinta-feira e considerou uma amostra nacional de 1.008 pessoas. A margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Já a pesquisa realizada pelo jornal New York Times em parceria com o Siena College, Biden aparece com 49% da preferência dos eleitores, contra 41% de Trump.

O levantamento do New York Times também mostram Biden com uma vantagem considerável, de 16 pontos, contra Trump entre os votos prováveis do sexo feminino (53% contra 37%). Por outro lado, Trump lidera com 49% contra 42% de Biden entre os eleitores brancos. Já Biden vence por 66% contra 22% para Trump entre negros e latinos. A pesquisa do New York Times ouviu 950 pessoas entre os dias 22 e 24 de setembro. A margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais.

Estadão Conteudo