AO VIVO
Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
Busca
São Paulo
30ºmax
15ºmin
Diário Popular Super
Correios
Educação

Para combater pobreza menstrual e evasão escolar, projeto distribui absorventes e apoia estudantes

28 julho 2021 - 12h19Por Priscila Carolina Dalagnol

Agora é lei. Vereadores de Balneário Camboriú aprovaram auxílio para meninas em período menstrual, com acesso a absorventes nas escolas públicas e acompanhamento social e pedagógico. A inciativa quer atender meninas a partir de nove anos, que não tenham acesso a absorventes higiênicos.

Além de fornecer os itens de forma gratuita, a Lei visa garantir a presença das adolescentes nas escolas. “Uma em cada quatro adolescentes brasileiras não tem acesso a absorventes e se você for pesquisar, a própria ONU estima que uma em cada dez meninas, se ausenta da escola durante a menstruação. Então esse projeto visa trabalhar também a questão da evasão escolar”, conta a autora da proposta, vereadora Juliana Pavan.

Já aprovada pelo legislativo, a medida vai disponibilizar os materiais nas escolas do município e estende os cuidados preventivos da saúde feminina a jovens e adultas, com atendimentos médicos, psicossociais e acesso a pílulas, quando for o caso.

“Quando se fala anticoncepcional, só para as pessoas entenderem, ele tem funções de equilíbrio hormonal, não é exclusivo apenas como contraceptivo, vai muito além. Porém é importante destacar que o seu uso será somente mediante orientação médica, tanto que somente será possível nas unidades básicas de saúde, após atendimento médico e avaliação”, conclui a parlamentar.