AO VIVO
Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
Busca
São Paulo
20ºmax
13ºmin
Coluna

Ética Protestante e Relações de Trabalho | Pr. Paulo Costa Xavier

Pastor Presidente Nacional da Aliança Internacional Cristã.

24 maio 2021 - 11h07

Pr. Paulo Costa Xavier, Natural de Presidente Prudente – SP. Filho de Walter M da Costa e Julieta G Costa. Mestrado em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie-SP. Possui graduação em Engenharia Mecânica Automação e Sistemas pela Universidade São Francisco (2001), Bacharel em Teologia pela Faculdade de Educação Teológica Logos (2004), MBA em gestão industrial pela Fundação Getúlio Vargas (2008) e Pós-graduação em marketing pela Universidade Paulista - SP (2003). Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, tendo ocupado vários cargos de liderança durante sua trajetória, sendo o ultimo cargo em uma multinacional alemã, GEA do Brasil, como Gerente do Setor de Infraestrutura e engenharia industrial (2011). Atualmente atua como empresário na área de automação e tecnologia e Pastor Presidente Nacional da Aliança Internacional Cristã.

Livro “Ética Protestante e Relações de Trabalho – Fundamentos para Gestão de Pessoas. Editora Reflexão

ÉTICA PROTESTANTE E RELAÇÕES DE TRABALHO: CONTRIBUIÇÕES DO CALVINISMO PARA A GESTÃO DE PESSOAS.

Descrição: Este projeto de pesquisa terá como título: ÉTICA PROTESTANTE E RELAÇÕES DE TRABALHO: CONTRIBUIÇÕES DO CALVINISMO PARA A GESTÃO DE PESSOAS. Esta pesquisa abordará a ética protestante sob o ângulo da cosmovisão reformada do trabalho e sua relação com o desenvolvimento do capitalismo até o estágio atual, a partir da análise dos rastros de sua influência na gestão de pessoas no mundo corporativo. Nesta pesquisa objetiva-se demonstrar que a ética protestante, essência da cosmovisão reformada do trabalho, consolidou-se ao longo de um processo de mudanças e transformações em diferentes esferas como religiosa, cultural, social, política e econômica deixando rastros que perduram até hoje. Pretende-se com esta pesquisa responder à seguinte questão: qual a real importância da ética protestante para o desenvolvimento do capitalismo e para a gestão de pessoas? Esta questão central requer uma compreensão sistemática e ao mesmo tempo sutil da análise do progresso econômico realizada pelo sociólogo Max Weber. A pesquisa será desenvolvida sobre a hipótese central de que o aspecto fundamental do espírito do capitalismo é a cosmovisão reformada do trabalho, que Max Weber na formulação de seus argumentos, por mais aparelhados e abrangentes, não enfatizou em seus ensaios. Buscar-se-á com a revisão bibliográfica e sua experiência profissional desvelar os rastros da ética protestante na gestão de pessoas nas corporações. Esta hipótese tem como pano de fundo a reforma protestante e seu impacto para o desenvolvimento do capitalismo, a partir da cosmovisão reformada do trabalho como essência do fenômeno de massa que constitui e configura o espírito do capitalismo moderno e contemporâneo. A importância desta pesquisa está na reflexão inovadora da ética protestante e dos rastros hodiernos de sua influência na gestão de pessoas nas corporações.